Saúde da mulher

Fatores que Dificultam a Fertilidade

É uma patologia que pode acometer a mulher em qualquer idade e é caracterizada por um processo inflamatório crônico estrogênio-dependente que pode causar dor pélvica e infertilidade (30% das mulheres inférteis). A origem da doença ainda é incerta porém acredita-se que a menstruação retrógrada associada a um sistema imunológico ineficiente e um endométrio (camada mais interna do útero que é eliminada na menstruação) com grande poder de implantação são fatores importantes para o surgimento da doença. O diagnóstico é feito pela videolaparoscopia e dependendo do estágio da doença ela pode trazer graves danos tubários e ovarianos causando a infertilidade.
As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) são uma das principais causas de obstrução tubária causada pela clamídia e gonococo. São bactérias encontradas na vagina transmitidas sexualmente e que pela infecção ascendente da vagina para as trompas, pode ocasionar a lesão tubária definitiva. Outras cirurgias como apendicite podem causar alterações estruturais na pelve e comprometer a função tubária.
A anovulação crônica causada pela Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é a causa mais frequente de infertilidade de origem ovariana. Ocorre em 5 a 10% das mulheres em idade reprodutiva e sua fisiopatologia ainda é incerta, porém sabe-se que o aumento dos hormônios masculinos e a resistência à insulina desempenham papéis importantes na origem da doença. As mulheres com SOP apresentam irregularidade menstrual e infertilidade por causa da anovulação crônica e algumas ainda apresentam aumento de pelos e acne. A endometriose ovariana, obesidade, idade avançada (> 37 anos), hipo e hipertireoidismo entre outras, também são causas ovarianas de infertilidade.
A implantação embrionária pode ser prejudicada por algumas afecções que acometem o miométrio ou o endométrio. Entre elas pode-se destacar: malformações uterinas como útero bicorno, útero didelfo, septos uterinos, miomas submucosos ou intramurais que distorcem a cavidade uterina, pólipos volumosos e numerosos, aderências e infecções do endométrio.